Thursday, May 19, 2011

impressões de uma múmia paralítica sobre a bicicletada

achei muito legal o texto escrito no fórum da bicicletada zona leste e estou compartilhando aqui. assim segue o relato do fabrício, que foi fantasiado de múmia na bicicletada que ocorreu na última sexta-feira 13 de maio.

Olá a todos, aqui quem fala é o Fabricio, ciclista urbano ocasional, ou ainda, o doidão vestido de múmia. Gostaria de registrar aqui minha opinião sobre aquela fria sexta-feira treze, com a intenção de melhores bicicletadas no futuro. O movimento é por essência sem líderes, portanto sei que alguns seguirão as sugestões e outros não. Acho um barato ser assim. Assim que chegamos (atrasados!) fiquei tímido e envergonhado, porém este sentimento durou apenas alguns segundos, já que todos foram extremamente receptivos e o clima era de grande animação. Me senti orgulhoso por ver tantos ciclistas na praça que frequentei desde minha infância, sinal de que o tempo das bicicletas chegou na cidade para ficar. Mesmo tendo ficado feliz por nos esperarem, gostaria de sugerir uma tolerância menor de tempo daqui pra frente, ou então marcar a saída oficialmente como 20h30 mesmo. Dessa forma quem tem compromisso cedo no sábado não se sentirá desrespeitado (como eu sentiria se fosse comigo). Além disso, em alguns momento havia pouca coesão da massa, ou seja, muito espaço entre nós! Tanto que algumas vezes foi possível para um carro que iria converter à direita se enfiar no meio da bicicletada, o que me pareceu meio perigoso. Uma maneira de evitar isso é adotar uma velocidade menor no pelotão da frente, ou incentivar a retaguarda a acelerar. De resto, foi maravilhoso! Poucas vezes me emocionei tanto nos meios 5000 anos de vida de múmia. A sensação de fazer parte de algo maior e importante para a qualidade de vida na cidade é indescritível. Quem estiver em dúvida entre ir ou não, aconselho que vá, pois não sabe o que está perdendo. Muito obrigado a todos que participaram. Com certeza foi muito importante para que eu use mais a bike no dia-a-dia. Abraços da múmia.

5 comments:

Pri said...

Oi, sou a namorada do Fabricio e estava procurando fotos dele de múmia com o Clodoaldo, para colocar no meu blog ai parei aqui! Achei legal vocÊ ter postado o texto dele. Na verdade eu que tinha pedido pra ele escrever pra mim e ele se empolgou... fiquei super feliz com isso.

Sandre Quirino said...

muito legal o relato do fabrício. é uma pena que se encontrá-lo eu não vou reconhecê-lo, pois trocamos poucas palavras e só vi os olhos dele. rs. um grande abraço e tente participar das próximas. até!

Faprasem said...

Sandre, minha bicicleta é preta e tem uma lanterna LED vermelha em formato de "A" atrás, de fabricação caseira. E se você gritar "Fabricio!" e eu ouvir vou conversar com você na mesma hora, ahaha
Obrigado por postar meu texto!

Mateus said...

Ahhhhhhhhhhh agora sei quem eh Vc! rsrsrs. Sou o Carrasco, e eh facil de me reconhecer. Sou um dos poucos corajosos que vai de Bmx para as Bicicletadas! Abraço, e Bora Pedalar!!!!

Sandre Quirino said...

fabrício e carrasco, muito legal a visita de vcs aqui no blog. na próxima bicicletada nós batemos um papo. é isso aí, bora pedalar! abraços!