Monday, June 13, 2011

atropelamento e morte na avenida sumaré

quisera eu poder escrever somente sobre coisas boas. infelizmente, hoje fico entristecido pela morte do ciclista antonio bertolucci, de 68 anos. um misto de tristeza, desgosto, raiva. até chego a acreditar o quão patético é acreditar que as coisas podem melhorar. que poderemos viver em harmonia, que poderemos todos ocupar o espaço público de maneira feliz, celebrando a vida, todos os dias.

saiba mais sobre o caso, arrume um jeito de fazer o pouco que você pode:

3 comments:

Ricardo Campanille said...

é foda né?
Eu msm diariamente tomo várias finas de ônibus e caminhões que não respeitam o 1,5m q tem q ficar dos ciclistas.
Muitos passam buzinando, colam, etc.
Sem ser dramático, mas tdo dia qdo saio pra trabalhar saio com um pouco de medo, mas pensando positivo pra ñ acontecer nenhuma fatalidade comigo.
já ñ é fácil pedalar em SP pela própria estrutura desordenada, ruas esburacadas e irregulares, sem o devido planejamento e sem órgãos competentes pra coordenar a cidade, aí junta com os motoristas que se recusam a respeitar qq coisa q ñ seja motorizada...
Ainda tem gente q fala q nós atrapalhamos o trânsito! É burrice generalizada msm! quem ocupa a rua toda? E nós q atrapalhamos?

Cold Turkey said...

Até que o brasileiro aprenda a "aceitar" o ciclista de igual para igual vai ter que morrer muita gente, infelizmente.

Sandre Quirino said...

o homem, fechado na bolha da sua vida estruturadinha, planejada, rotineira. pensando em somente no que pode ser feito pra que sua vida seja segura, sem imprevistos. muitos nem sequer imaginam, no curso de uma vida inteira, o quão ilusório tudo isso é.

conversando com pessoas todos os dias eu vejo o quanto a ignorância sobre um monte de coisas é predominante. é foda!