Sunday, February 27, 2011

Penha-Aeroporto [bike #4]

Mais 3 no chave-de-boca: Marcos Bueno, Felipe Paciullo e Ricardo Paes. O Marcos (Maria Bonita para alguns) ganhou uma bike de sua digníssima  esposa Janaina no seu último aniversário (dia 22) e hoje levou a magrela pra passear. Com ele foi seu amigo Ricardo Paes que eu não via há muitos anos e hoje é casado com a irmã do Fausto, que estudou comigo e o Marcos no Catalano. O Felipe, que chamarei de Paciullo (pois já tem o outro, o Ometto) é amigo do Dan e, coincidentemente, irmão da Renata, que conheço desde os tempos que era aluno de inglês. Além dos três, foram o Dilei, Rico e eu. Saímos os seis lá da Ponte Nordestina e pegamos a ciclovia Várzeas do Tietê até um pouco antes da USP Leste, no acesso à rodovia Ayrton Senna. O acostamento da rodovia estava cheio de cacos de vidro e logo no começo paramos para o Dilei trocar o pneu furado. Seguimos até o aeroporto. Hoje foi dia da pedivela do Ricardo Paes escapar, mas estávamos mais preparados do que no primeiro rolê onde aconteceu o incidente que gerou o nome desse grupo. No caminho encontramos várias pessoas andando de bicicleta, na maioria speedeiros que treinam numa pista lá perto. O tempo ajudou, estava bem fresco e o sol só foi queimar às 9, quando já estávamos voltando. O próximo rolê o Dilei disse que vai sugerir, aguardemos!
P.S.: Se tiver uma bike, ou tiver alguém pra te emprestar uma, apareça no próximo encontro. Acompanhe o fotolog.

Dilei, Marcos, Rico, Ricardo, Felipe e Sandre

5 comments:

Ricardo Campanille said...

Não é à toa que o grupo se chama chave de boca, hoje ela foi muito utilizada pra ajustes paliativos... e é sempre o pé de vela de alguém que zoua rsrsrsrsrs, será isso uma maldição?
Agora o barato acho que vai, o negócio é esse, toda semana estarmos no giro.

Ricardo Campanille said...

a propósito, ficaram legais as fotos.

Arte Maria Bonita said...
This comment has been removed by the author.
www.artmariabonita.blogspot.com said...

Quem diria que depois de tanto tempo, estaria dando uns rolês de bike com amigos de longa data, revê-los foi muito bom, apesar que parecia que não os via há uma semana, e também foi bem legal conhecer novas pessoas. Isso é o mais importante, juntar uma atividade física, com lazer e na companhia de velhos e novos amigos.
Que venham muitos...

Ivan Sanches said...

Meu brinquedinho chegou... Estou louco para andar com a "Chave de boca"... Fiz um rolê nas ladeiras de Tuiuti e fui até o centro e voltei... Subir aqueles 2 km não foi nada mole... mas foi para tirar o cheiro de nova e partir para o arrebento hehehe

Pena que perdi o rolê para o aeroporto de cumbica.

abraço para todos