Monday, July 02, 2012

no meio da massa dos anônimos sem rumo

parque chico mendes - zona leste de são paulo
A cultura da eficiência nega o ócio, veementemente. A idéia de alguém desocupado, contemplativo, quando tudo à sua volta anda acelerado, sugere transgressão à ordem, atrai desprezo e intolerância daqueles que sempre dão duro para se manter, a custa do estresse, do esgotamento, da eterna falta de tempo para relaxar e cuidar mais de si próprio, para, enfim, simplesmente ser.


em algum dia de 2009. 

1 comment:

Evelin Gonçalves said...

da hora.
Ser é complicado. Não importa se esse ou aquele.

Beijos